12- PERDER O GOSTO PELO APOSTOLADO (os demônios do apostolado)

Este demônio transforma a evangelização em rotina e num dever, quando deveria ser a principal fonte de alegria para a apóstolo. A alegria e a plenitude interior de colaborar com a vinda do Reino de Deus e de trabalhar na vinha do Senhor devem ser para o apóstolo uma experiência constante. Esta tentação está ilustrada…

11- ESPERAR DO APOSTOLADO UMA CARREIRA GRATIFICANTE (os demônios do apostolado)

Este demônio do apostolado é muito ativo. O apostolado da Igreja é bastante organizado e hierarquizado, como é normal que aconteça em toda instituição humana que tem uma missão a cumprir. Assim, na Igreja, há cargos e tarefas de maior autoridade ou de maior poder ou prestígio que outras. Também existem títulos e honras externas:…

10- FECHAR-SE EM SUA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA (os demônios do apostolado)

Este demônio não é sectário, nem tem muita gravidade. E uma tentação mais benigna e sutil. Basicamente, consiste em elevar as experiências apostólicas pessoais à categoria de princípio universal. Se tal ou tal experiência foi boa, todos os que trabalham neste tipo de apostolado deveriam fazê-la. Se a experiência foi má, ninguém deveria fazê-la. E…